fbpx

Confiança e Ética na Indústria Financeira

Muitos procuram o sucesso nos mercados financeiros, mas nem todos cumprem com a ética necessária à boa conduta nesta indústria.

Comportamentos não-éticos originam insegurança nos mercados, cuja está normalmente associada a uma maior volatilidade dum determinado ativo, indústria ou até ao mercado na globalidade.

INVESTIR NA BOLSA

Saber identificar momentos de conflito de interesses, balancear a oportunidade com o risco e posicionar-se de forma isenta… são algumas das skills que o estudo da Ética nos mercados financeiros desenvolve.

Atualmente, existem várias instituições de formação capazes de certificar aqueles que pretendam seguir carreira profissional na indústria financeira.

Ética na Indústria Financeira: CFA Institute
O CFA Institute é uma associação global de investidores profissionais.

O CFA Institute é a organização responsável pelo desígnio de Analista Financeiro Certificado (Chartered Financial Analyst). Vê aqui o “Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional” do CFA Institute, em português.

“Conduta não-ética proveniente dos players no mercado pode deteriorar a confiança dos investidores e assim prejudicar a sustentabilidade dos mercados de capitais globalmente.”

“Ethical and Professional Standards and Quantitative Methods”; CFA Institute

Ética na Indústria Financeira

Ao longo da nossa vida todos nós afetamos as vidas de outrem. No que respeita à vida das empresas, o mesmos se sucede.

As empresas estabelecem relações…

Sejam fornecedores, clientes, acionistas, gestores ou funcionários… Todos estabelecem algum tipo de ligação com a instituição que lhes dá o poder de agir duma forma que beneficie ou prejudique a empresa. A estas relações institucionais chamamos de stakeholders.

“Um stakeholder é uma entidade que possui determinado interesse numa empresa e que pode afetar ou ser afetado pelo negócio.”

Investopedia

Alguns exemplos dos stakeholders envolvidos numa decisão feita por um profissional da indústria financeira são:

  • os colegas de trabalho;
  • os clientes;
  • a entidade empregadora;
  • as entidades reguladoras, etc;

Nalguns casos as nossas ações podem beneficiar todos eles, mas nem sempre isso acontece. É nesses momentos que é importante saber a quem dar prioridade e de que forma agir.

“Ética engloba uma série de princípios morais e regras de conduta que servem de guia para os nossos comportamentos.”

“Ethical and Professional Standards and Quantitative Methods”; CFA Institute
INVESTIR NA BOLSA

Origem da Ética

A palavra “ética” provem, na verdade, de “ethos”: palavra nascida na Grécia Antiga que significa “carácter” e era usada para descrever uma panóplia de crenças e ideais de determinada sociedade ou grupo social.

Crenças são assunções ou pensamentos que tomamos como verdade, e que acabam por formar os nossos valores. Princípios morais ou princípios éticos são, segundo o CFA Institute, crenças relacionadas com o que são comportamentos desejáveis ou obrigatórios vs comportamentos indesejáveis ou proibidos.

Na generalidade, são aceites como princípios éticos:

  • a honestidade,
  • a transparência,
  • a justiça,
  • a diligência,
  • e o respeito pelos direitos de outrem.
Ética na Indústria Financeira: "Tudo o que não puder contar como fez, não faça!", Immanuel Kant
Kant: Filósofo iluminista do séc. XVIII

Atitudes éticas são, portanto, ações que estão em conformidade com as expectativas éticas da sociedade.

Por exemplo:
Informar de forma clara e transparente
quantos aos riscos de determinado investimento é um exemplo do que seria uma atitude ética por parte de um consultor financeiro.

Quando se fala de Ética na indústria Financeira… Governos e entidades relacionadas podem estabelecer leis e/ou regulações que reflitam a generalidade das crenças partilhadas entre os seus concidadãos. Desta forma os Governos conseguem estabelecer padrões do que é obrigatório e proibido nos seus territórios.

Os consultores financeiros são obrigados por lei a agir no melhor interesse dos seus clientes. Como tal, estas pessoas devem entender quais são os objetivos financeiros e a tolerância ao risco de cada investidor.

INVESTIR NA BOLSA

Profissionalismo da indústria Financeira

Os gestores financeiros de sucesso são pessoas disciplinadas e que ponderam a fundo sobre o que fazem e como o fazem.

Benjamin Graham, em “The Intelligent Investor” (1949)

Nem toda a gente envolvida na gestão financeira é profissional. Existem várias pessoas envolvidas no mundo financeiro que não possuem a formação específica. Isto cria entraves à indústria financeira no que diz respeito à conquista da confiança dos investidores.

Os gestores de património não-certificados não são obrigados a seguir nenhuma norma de conduta ética em particular. Daí que, na maioria dos países, seja necessário determinada certificação ou licença para poder exercer determinados cargos na indústria financeira.

Ética na Indústria Financeira

A profissão de consultor financeiro tem-se tornado global à medida que os mercados de capitais se têm expandido globalmente também.

Tal, abre portas para que um gestor financeiro possa procurar oportunidades além fronteiras. Deste modo, a colaboração entre as entidades reguladoras de todo o mundo passou a ser uma necessidade para a garantia da confiança dos investidores nos mercados financeiros.

INVESTIR NA BOLSA

Benefícios do estudo da ética

Ao longo da sua carreira profissional, gestores de património e profissionais da indústria financeira deparam-se regularmente com situações de difícil resolução. Este tipo de situações está normalmente prevista pelas condutas de ética das organizações (empresas, reguladores, governos, etc).

Desta forma, os profissionais conseguem obter orientação para resolver este tipo de casos da forma mais correta segundo as normativas das instituições que representam.

Desafios à Conduta Ética

Muitos são os desafios que se colocam ao cumprimento ético na indústria financeira. Vejamos alguns casos relevantes…

1) “Sou ético (porque sim)”

Primeiro, as pessoas tendem a assumir que são éticas de forma intrínseca e que as seus standards éticos são acima da média. Obviamente que não podemos ser todos acima da média.

Na verdade isto representa um comportamento humano de excesso de confiança, que, na verdade, é um dos principais fatores associado às más tomadas de decisão.

Como resultado do excesso de confiança, as pessoas tendem a sobrestimar a moralidade dos seus comportamentos. Em ultimo caso, o excesso de confiança pode levar os consultores financeiros a não tomarem em consideração inputs e variáveis relevantes para formar a opinião mais isenta e que defende da melhor forma os interesses dos seus clientes.

2) “Influências momentâneas”

Para além disto, o ser humano, quando encarregue duma decisão, tem tendência a ignorar ou subestimar as “influências momentâneas”.

“Influências momentâneas são fatores externos que determinam a nossa forma de pensar e tomar decisões, bem como o nosso comportamento.”

“Ethical and Professional Standards and Quantitative Methods”; CFA Institute

Influências momentâneas na indústria financeira incluem:

  • dinheiro
  • prestígio
  • e lealdade

Bónus, promoções de carreira e lealdade para com a entidade empregadora e colegas são alguns exemplos de influências momentâneas que costumam desequilibrar a tomada de decisão.

O cérebro humano identifica mais facilmente e de forma mais clara as influências momentâneas de curto prazo em comparação com considerações de longo-prazo, tais como o dever de manter a integridade dos mercados financeiros.

INVESTIR NA BOLSA

Standards éticos vs standards legais

Apesar das leis, em geral, refletirem um padrão de ações éticas, existem excepções em que a conduta ética e legal divergem.

“Se a ética não governar a razão, a razão desprezará a ética”

José Saramago, em “Cadernos de Lanzarote” (1995)

Profissionais que não estejam obrigados ao “Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional” do CFA Institute por norma encorajam o comportamento dentro das normas legais locais. No entanto, estas normas nem sempre são suficientes para garantir o exercício da ética nos mercados financeiros.

Ética na Indústria Financeira: Tipos de Conduta
Tipos de Conduta

Nalguns países a leis ficam aquém do “Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional” do CFA, o que pode originar situações comprometedoras para aqueles que desempenham as funções de analista financeiro.

Por exemplo:
Alguns países não proíbem que as pessoas façam trading quando estão em posse de informação vital e não-publica. No entanto, o CFA considera este tipo de trading como não-ético e, como tal, viola as regras de conduta desta instituição.

Em suma, seguir o “Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional” do CFA Institute é a melhor forma de se evitar cair no erro de falhar com a integridade e ética na indústria financeira.

Consulta também o nosso artigo acerca do Fórum Económico Mundial para ficares a conhecer outros valores e ideias que preocupam as maiores personalidades da Indústria Económica e Financeira da atualidade.

INVESTIR NA BOLSA
Sobre o Autor:
Fundador - Jornal da Moeda

Alumni das Universidades Católica Porto e FEP. Com experiência nas indústrias de mercados financeiros, criptomoedas e marketing digital.

Fundador do Jornal da Moeda.