fbpx

Destaques da Semana: 27 de Julho

Matérias Primas: Ouro e Prata atingem recordes históricos

Os metais preciosos continuam a subir esta segunda-feira, com o ouro a atingir novos recordes históricos (acima do nível de 2011 de US $ 1912). Ainda assim, a maior surpresa vem da Prata, que, só hoje, já subiu 6%.

Desde o início da semana passada subiu 21% e quase 36% no último mês. Simultaneamente o dólar tem depreciado, o que apoia esta subidas. Os investidores esperam que o FOMC mantenha as suas políticas ultra-expansivas na reunião desta semana (decisão na quarta-feira, 19:00 BST).

Destaques da Semana: 27 de Julho
Ouro/USD

As previsões para novos ganhos revelam-se mesmo antes do avanço mais recente do ouro! O Goldman Sachs Group Inc. disse que o metal pode chegar a US $ 2.000 nos próximos 12 meses, e o Citigroup Inc. coloca uma probabilidade de 30% nos preços que superam esse nível até o final deste ano. O Bank of America Corp. manteve sua previsão para abril de US $ 3.000 em ouro nos próximos 18 meses.

Continuará a subir?

Índices

Os índices europeus e os futuros de Wall Street começam a semana ligeiramente acima dos preços de fecho de sexta-feira.

Mnuchin anunciou que os republicanos deverão apresentar o programa de estímulos de Fase 4 ainda hoje. O projeto de lei deverá incluir soluções para os benefícios de desemprego vencidos e proteção de responsabilidade para as escolas que reabrirem.

Os investidores deverão estar atentos pois, a verificar-se esta publicação hoje, os mercados poderão reagir com um aumento de volatilidade. 

Ações

Os presidentes executivos da Apple, Alphabet, Amazon e Facebook vão ser ouvidos pela comissão de justiça do Congresso norte-americano, no seguimento de uma investigação a práticas ilegais de concorrência.

Hoje, deverão divulgar resultados trimestrais empresas como a Louis Vuitton, a tecnológica SAP, a companhia aérea Ryanair, a Faurecia e a Michelin. 

A Galp divulgou hoje os resultados do Q2, registando um prejuízo líquido ajustado de 52 milhões de euros (esperado: -59 milhões), muito diferente dos lucros de 199 milhões de euros no mesmo período do ano passado. O preço das ações caiu 1,7% na abertura da sessão. Os resultados da Galp refletem a desvalorização dos preços do petróleo nos mercados internacionais, o que penaliza a margem de refinação.

Economia Global

Na frente da pandemia, a taxa novos casos diários continua a subir. O Reino Unido anunciou que os visitantes que chegarem da Espanha deverão passar por uma quarentena de 14 dias. O estado de Victoria (hotspot na Austrália) registou mais de 500 novos casos e aumento na taxa de teste positivo.

A Alemanha rejeitou a proposta dos EUA de incluir a Rússia nas negociações do G7.

O furacão Hanna chegou ao sul do Texas. Pouco depois, desceu para categoria “tempestade tropical”, mas a ameaça de inundações permanece. Para já, o preço do petróleo permanece inatingido.

Na semana passada, as tensões com a China empurraram os mercados bolsistas para uma correção forte. Este fator poderá continuar a pairar nos mercados por muito tempo, como ameaça a uma inversão de qualquer tendência de recuperação que surja. As retaliações entre a China e os EUA e outros países devem ser acompanhados proximamente.

Calendário Económico

O calendário económico de hoje só merece referência em duas publicações:

  • Índice IFO sobre clima de negócios na Alemanha (9:00)
  • Encomendas de bens duráveis nos EUA (13:30)
?cid=589647 | Destaques da Semana: 27 de Julho

Deixa um comentário