fbpx

Destaques da Semana (XTB): 2 de Março

Depois de alguma recuperação nas ações asiáticas, após o anúncio de estímulos de alguns bancos centrais, as bolsas europeias também iniciaram a semana no verde, a corrigir as quedas de sexta-feira. No entanto, ainda levará algum tempo até que os mercados se reergam do deslize de toda a semana passada.

INVESTIR NA BOLSA

A recuperação desta manhã é frágil e instável, uma vez que as notícias de fim-de-semana sobre a epidemia de coronavírus não melhoraram o panorama geral

O número de casos confirmados de coronavírus excede os 89 mil, enquanto o número de recuperados saltou para mais de 45 mil. O número de mortos aumentou para 3.057. O número de casos na Coréia do Sul está acima de 4.200, enquanto na Itália temos mais de 1.701 casos. Os Estados Unidos reportaram 2 vítimas mortais durante o fim-de-semana. 
Os EUA ponderam medidas de emergência de contenção do vírus, enquanto, na Itália, o disponibiliza 3,6 mil milhões de euros de apoio à sua economia.

Ainda sem casos confirmados de infeção em Portugal, surgiu este sábado o primeiro caso suspeito na Região Autónoma da Madeira.

A OCDE deverá rever em baixa as previsões económicas para este ano. Do outro lado do Atlântico, a FED alerta para a ameaça económica da epidemia e disse que actuará caso necessário. Enquanto isso, o Banco do Japão injetou liquidez nos mercados locais. Tanto o Dólar americano como o Yen japonês abrem a sessão a depreciar.

Nos EUA, além de epidemias, o assunto em voga são as primárias do Partido Democrata. Amanhã teremos a “super terça-feira”, dia em que um grande número de eleitores do partido votará no candidato preferido para adversário político de Donald Trump nas eleições deste ano.

No calendário económico de hoje encontramos alguns dados de PMI de manufatura na Europa, inclusive o PMI da UE (9:00), e do RU (9:30). Às 14:30 teremos o PMI de manufatura do Canadá, seguido de uma série de dados relevantes para a economia dos EUA. PMI industrial (referente a fevereiro) às 14:45, índices do setor de manufatura às 15:00 e, à mesma hora, índice de emprego industrial (referente a fevereiro).

Embora estes dados possam influenciar as bolsas de valores, as notícias na frente Covid-19 continuarão a pairar de forma ameaçadora sobre os mercados.

INVESTIR NA BOLSA

Autor: André Pires, analista financeiro da XTB