fbpx

O que é e como funciona a Litecoin (LTC)?

Se a Bitcoin pode ser considerada o ouro das criptomoedas, a Litecoin desde cedo foi considerada a prata.

Ocupando atualmente a 7ª posição em capitalização de mercado, a Litecoin apresenta-se como um dos mais antigos e consistentes projetos do ecossistema das criptomoedas.

Mas, sabe realmente o que é e como funciona a Litecoin? E o que a diferencia da Bitcoin?

INVESTIR EM LITECOIN

O que é a Litecoin?

A Litecoin trata-se de um hard fork da Bitcoin que ocorreu em Outubro de 2011 por iniciativa de Charlie Lee (fundador da Litecoin Foundation), ex-funcionário da Google e da Coinbase. Daí que a rede Litecoin, e a sua criptomoeda, sob o ticker LTC, herdou as características essenciais da Bitcoin, enquanto alterou outras consideradas como melhorias ao protocolo original.

Charlie Lee - fundador da Litecoin
Charlie Lee, fundador da Litecoin

Assim, a rede Litecoin corresponde a uma rede de computadores aberta e descentralizada de transações peer-2-peer, executadas através da sua critomoeda Litecoin (LTC), que por sua vez são registadas numa Blockchain própria, e portanto imutável e inviolável.

Na prática:
A Ana, que vive em Portugal, pode enviar uma transação em criptomoeda Litecoin para o Bruno, que vive atualmente em Itália, com taxas de transação inferiores a 0,02 euros.

Isto sem qualquer intermediário, tornando a transação incensurável e impossível de confiscar, e realizada num tempo médio que ronda os 2,5 minutos.

Na prática, a criptomoeda Litecoin não procura substituir a Bitcoin, mas antes servir como um complemento às suas funcionalidades. Assim, pode ser vista como uma criptomoeda de uso quotidiano, para transações de valores inferiores e que mais rapidamente são executadas.

Litecoin vs Bitcoin: o que as diferencia?

Como o próprio nome pode indicar, a Litecoin pretende ser uma versão mais “leve” ou “ligeira” da Bitcoin, no sentido em que se torna mais rápida e menos exigente do ponto de vista computacional.

Para compreender melhor as características e o que motivou a sua criação, vejamos uma comparação direta com a Bitcoin:

BitcoinLitecoin
FundadorSatoshi Nakamoto (desconhecido)Charlie Lee
Data de criaçãoJaneiro de 2009Outubro de 2011
Número max. de tokens21 000 00084 000 000
Tempo de uma transação10 min.2,5 min.
Número max. de transações por segundo756
Mecanismo de Consensoproof-of-workproof-of-work
Algoritmo de ConsensoSHA-256Scrypt
MineraçãoIntensiva para o processadorIntensiva para a memória
Semelhanças e diferenças entre a Bitcoin e a Litecoin

A proposta de Charlie Lee com o hard fork que levou à criação da Litecoin passou por dois pontos fundamentais:

  • Aumentar a velocidade e escalabilidade, reduzindo o tempo médio de criação de cada bloco para os 2,5 minutos, contráriamente aos 10 minutos no caso da Bitcoin.
  • Alterar o processo de mineração, que embora o mecanismo de consenso seja o proof-of-work, o seu algoritmo é o chamado scrypt, diferente do SHA-256 da Bitcoin.
INVESTIR EM LITECOIN

Velocidade e Escalabilidade

Um dos problemas com a Bitcoin é a sua capacidade limitada no número de transações por segundo que consegue processar e do tempo médio até à primeira confirmação da transação. Portanto, por se tratar de uma rede descentralizada, distribuída entre vários computadores por todo o planeta, as transações tornam-se relativamente demoradas e pouco práticas para o uso nas transações do quotidiano.

Em poucas palavras, a Bitcoin enfrenta desde cedo um problema de escalabilidade e de velocidade das transações.

Nota: Quando se fala em escalabilidade nas criptomoedas, refere-se ao número máximo de transações por segundo (TPS) que uma determinada blockchain consegue suportar.

A solução apresentada através da Litecoin é a redução do tempo médio de criação de cada bloco, para 2,5 minutos. Isto significa que uma transação é confirmada nesse periodo de tempo. No caso da Bitcoin demoraria 4 vezes mais, ou seja, 10 minutos.

Portanto, com a redução do tempo médio de criação de cada bloco para 2,5 minutos, a Litecoin consegue processar até um máximo de 56 transações por segundo enquanto a Bitcoin consegue processar apenas 7 TPS e a Ethereum 15 TPS.

Mecanismo de consenso e mineração

O mecanismo de consenso da Litecoin, à semelhança da Bitcoin, é o proof-of-work. Contudo, o algoritmo que o rege é tecnicamente diferente. Enquanto que a Bitcoin emprega a função de hash SHA-256, no caso da Litecoin, Charlie Lee optou pela função scrypt.

De forma muito simplificada, no mecanismo de proof-of-work os mineradores têm que descobrir um nounce, um número que combinado com a informação do cabeçalho do bloco anterior, juntamente com a informação das transações a registar no novo bloco produz em si uma chave de caracteres. Essa chave é fácil de verificar se é a correta, mas difícil de descobrir. É para esse processo que se requer todo o poder computacional na mineração.

Para otimizar os retornos com a mineração de Bitcoin, foram desenvolvidos ASIC’s específicos para esse efeito, com uma capacidade de processamento a um processador de um computador pessoal ou de uma GPU (as chamadas placas gráficas).

Porquê a implementação do scrypt na Litecoin?

O objetivo seria manter a competitividade entre os mineradores de Litecoin, impedindo a utilização dos ASIC. A função de hash scrypt exige, para além de grande poder de processamento, muita memória RAM, e à data da criação da Litecoin, tornava-se muito dispendioso desenvolver ASIC optimizados para o processamento do scrypt.

Na altura, a forma mais eficaz de minerar Litecoin seria através de GPU, algo dispendiosas, mas contudo acessíveis a um grande número de mineradores.

mat scrypt asic mining | O que é e como funciona a Litecoin (LTC)?
Exemplo de um ASIC optimizado para mineração de criptomoedas com a função scrypt. Fonte: Cryptomining Blog

Entretanto foram desenvolvidos ASIC’s equipados com memória RAM suficiente para minerarem de forma eficaz criptomoedas que aplicassem a função de hash scrypt.

Como investir em Litecoin?

A Litecoin é umas das criptomoedas mais conhecidas e antigas deste ecossistema. Assim, é importante conhecer a sua performance no passado para perceber que potencial poderá representar para o futuro. É de notar que desde o seu valor inicial a criptomoeda Litecoin conta com uma valorização de mais de 860%, ou seja, 8,6 vezes mais.

Números Simples: Se tivesse investido 1.000€ em Litecoin à data de lançamento, teria atualmente 8.600€.

INVESTIR EM LITECOIN

O preço da Litecoin em 2013

O primeiro valor da criptomoeda Litecoin registado no Coinmarketcap é de 3,23€, no dia 30 de Abril de 2013. Ou seja, a comercialização mais intensa deste ativo tem início nesta data e neste valor.

2013… Pode considerar-se este um grande ano para a Litecoin. Pelas propostas inovadoras que apresentava, e apesar de ao longo do ano ter registado oscilações de 50% abaixo do seu valor inicialmente registado, conseguiu atingir um pico de 47,05 euros a 28 de Novembro.

Trata-se de uma valorização de 1456% em menos de um ano!

Litecoin Jan-Dez 2013
Litecoin Jan-Dez 2013

Contudo, terminou o mês de Dezembro a 21,34 euros, o que ainda assim representa 6,6 vezes o seu valor inicialmente registado.

Evolução do preço até 2015

Este período foi talvez o menos atraente para investir em Litecoin…

Depois do pico atingido em 2013, manteve uma tendência descendente no ano que se seguiu. Assim, viu-se atingir um mínimo de 1,17 euros a 19 de Janeiro de 2015.

Litecoin Jan 2014 - jan 2016
Litecoin Jan 2014 – Jan 2016

As criptomoedas encontravam-se ainda numa fase embrionária, e esta volatilidade que lhe é característica era mais acentuada nesta fase.

Conseguiu contudo fechar o ano de 2015 com um valor que rondava o valor registado inicialmente, ligeiramente acima dos 3 euros.

A Litecoin em 2016 e 2017

Este período constitui inicialmente uma fase de consolidação de preço. Assim, em 2016 foi oscilando entre um mínimo de 2,81 euros e um máximo 4,96€. Tratou-se contudo de uma tendência de consolidação do valor bem acima dos 3 euros. Terminou este ano a 3,83 euros.

Litecoin Jan 2016 - Out 2017
Litecoin Jan 2016 – Out 2017

O ano de 2017 que se lhe seguiu foi de uma valorização surpreendente, e muito acima da experienciada em 2013. A tendência ascendente começou a pronunciar-se em Abril, onde rapidamente ultrapassou a resistência psicológica dos 5 euros.

Atingiu, em Dezembro de 2017 o seu máximo histórico de 309€, mais de 96 vezes acima do seu valor inicial!

Contudo, a valorização vertiginosa seguiu-se de uma correção, terminando esse ano nos 204 euros.

O preço da Litecoin de 2018 a 2020

Nos primeiros dias de Janeiro de 2018, o preço da Litecoin ainda atingiu os 269 euros. Contudo, seguiu-se uma correção ao longo desse ano, em paralelo com as restantes criptomoedas.

Nos meses subsequentes do mesmo ano ainda se registaram duas grandes oscilações a rondar os 95% e 50%. Contudo, terminaria o ano numa tendencia descendente com um valor mínimo de 20,49 euros.

Litecoin Mai 2018 - Mai 2020
Litecoin Mai 2018 – Mai 2020

No primeiro semestre do ano de 2019 a criptomoeda Litecoin registaria uma tendencia ascendente a culminar nos 127,10 euros. Já no segundo semestre seguiu-se uma correcção que assinalou um valor mínimo acima do anterior, na ordem dos 35,65 euros.

No presente ano de 2020 voltou à tendência ascendente, com um pico nos 72,75 euros. Contudo, a incerteza que o Covid-19 trouxe para os mercados “contaminou” também a Litecoin que acabaria por encontrar o fundo nos 29,43 euros.

Contudo recuperou e manteve-se assumindo os 36€ como um novo suporte.

INVESTIR EM LITECOIN
Sobre o Autor:
Produtor de Conteúdos - Jornal da Moeda

Estudante de Engenharia Informática no Instituto Politécnico de Viana do Castelo e licenciado em Antropologia pela Universidade de Coimbra em 2012, de onde herdou a curiosidade pela escrita e o hábito de desconstruir crenças e práticas culturais e sociais.
Foi introduzido ao universo das criptomoedas em 2017 ao qual ficou imediatamente rendido. Foi ainda tradutor no projeto DaVinci/Utopian na plataforma Steem até 2019.

Citação:
"A desmistificação das criptomoedas é acima de tudo um meio para a educação financeira, questionando as próprias convenções sobre a natureza do dinheiro."