fbpx

Resultados Financeiros da Netflix: 1º Trimestre 2020

A Netflix (NFLX) divulgou ontem os resultados financeiros do primeiro trimestre (ou Quarter 1) de 2020 após o fecho do mercado. Tendo ganho 15,77 milhões novos subscritores com a ajuda do COVID-19.

Contudo, as suas acções perto do fecho do mercado hoje estavam 2% no vermelho apesar de ter superado estas expectativas…

INVESTIR EM AÇÕES

Expectativas vs Resultados

  • Earnings-per-share

Apesar da Netflix ter superado largamente as expectativas em relação ao número de subscritores pagos (esperava-se um aumento de apenas 8 milhões), os earnings per share (EPS) não corresponderam, tendo ficado àquem do expectável por terem falhado a marca dos $1,63.

Esta é a primeira vez desde o terceiro trimestre de 2017 que a Netflix não corresponde ao previsto em relação aos EPS (dados investing).

  • Receitas

Já as suas Receitas, que no terceiro trimestre (Q3) de 2019 ficaram ligeiramente abaixo do previsto, este trimestre superaram (por pouco) os números dos analistas – uma previsão que, tal como as restantes, já contava com o impacto da quarentena mundial que está a ser aplicada por causa do coronavirus.

Histórico Financeiro

Netflix (NFLX)Q1 2018Q1 2019Q1 2020
Receitas (Milhares)$3.700.856$4.520.992$5.767.691
Resultado Líquido (Milhares)$290.124$344.052$709.067
Earnings Per Share$0,64$0,76$1,57
Subscritores Pagos (Milhões)118,9148,9182,8
Dados do Income Statement (pré-auditoria)

Como se pode ver pelo quadro acima, entre os Q1 de 2019 e Q1 de 2020 tanto as Receitas como o Resultado Líquido (RL) da Netflix aumentaram, o que geralmente é um bom indicador – mas por si só, insuficiente para tirar conclusões.

No entanto podemos verificar também que houve um maior incremento percentual do seu RL do que de Receitas. Isto significa que as margens da empresa se dilataram – algo que geralmente indica boa gestão, no sentido em que precisaram de gastar percentualmente menos, para produzir mais receitas.

Tal como o Resultado Líquido, os EPS também aumentaram, mais ou menos na mesma percentagem em que aumentou o RL. Tal significa que este aumento de EPS não foi impulsionado por uma redução do número de acções significativo e que apenas correspondeu normalmente ao aumento do RL.

Histórico do Preço

A Netflix, que tem uma capitalização de mercado de $190,37 mil milhões, tem visto as suas acções aumentarem de valor cerca de 35% desde o início do ano – em parte também por se esperar que houvesse um aumento de procura de serviços de streaming consoante o aumento de número de horas em casa.

Apesar disso, como já vimos, nem esse aumento constante nem o aumento surpreendente de subscritores (um indicador cujo os seus investidores têm considerado ser particularmente relevante) serviu para impedir que à altura do fecho desta notícias as acções da Netflix tivessem descido 2% ao final do dia.

Neste reporte consta ainda o reporte não-financeiro que implica a divulgação e prestação de contas da performance da organização relativamente ao desenvolvimento sustentável.

INVESTIR EM AÇÕES
Sobre o Autor:
Produtor de Conteúdos - Jornal da Moeda

Licenciado em Finanças Empresariais pelo ISCAL, exerce actualmente o cargo de Assistente de Auditoria na Moore Stephens Portugal

Citação:
"A humanidade evoluiu através da transferência constante entre os seus constituintes daquilo que foram aprendendo e assimilando. É um prazer contínuo ter a oportunidade de poder dar a minha contribuição."

Sobre o Autor:
Fundador - Jornal da Moeda

Alumni das Universidades Católica Porto e FEP. Com experiência nas indústrias de mercados financeiros, criptomoedas e marketing digital.

Fundador do Jornal da Moeda.