fbpx

Resultados Financeiros SONAE: 1º Trimestre 2020

A SONAE SGPS, SA (SON) divulgou ontem os resultados financeiros do 1º trimestre de 2020 após o fecho do mercado.

Apesar da pandemia mundial, o Grupo apresentou um crescimento no seu Volume de Negócios de 7,1% em termos homólogos e ao fecho do mercado as suas acções tinham valorizado 1,2% em relação ao dia anterior.

INVESTIR EM AÇÕES

SONAE SGPS

A SONAE SGPS, como Sociedade Gestora de Participações Sociais, é uma entidade que detém o controlo e a participação de outras empresas, tendo por isso como suas subsidiárias e percentagens de participação:

  • SONAE MC (100%)
  • SONAE FASHION (100%)
  • WORTEN (100%)
  • SONAE FS (100%)
  • SONAE IM (90%)
  • SONAE SIERRA (70%)

E como suas associadas:

  • ISRG (30%)
  • NOS (23,4%)

E de seguida, cada uma destas entidades depois detém outras entidades, que estão todas agrupadas nas subsidiárias da SONAE pelo tipo de actividade que exercem.

Ou seja, cada uma das subsidiárias da SONAE SGPS concentra-se numa actividade e agrupa as restantes entidades detidas conforme a actividade em que se concentra.

Por exemplo, a SONAE FASHION que, como o nome indica, se foca em vestuário detém a Deeply, a Salsa e a MO, entre outras. Já a SONAE MC, que se concentra em Retalho Alimentar, Saúde e Bem-estar detém o Continente, a Well’s, a Note!, etc.

Mas a SONAE FS, por exemplo, já visa projectos como o Cartão Dá e o Cartão Universo, e outros serviços financeiros.

A SONAE MC, com o seu forte desempenho, foi a principal impulsionadora do crescimento do Grupo mesmo com o impacto do COVID-19

Resultados

  • Resultados Por Acção

O RPA Básico da SONAE neste Trimestre foi de -0,0295 devido a um Resultado Líquido atribuível a accionistas de -59 milhões e terem 2 mil milhões de acções ordinárias em circulação.

  • Receitas

O Volume de Negócios do Grupo no 1º Trimestre de 2020 alcançou os 1,552 mil milhões de euros, apresentando assim a tal subida de 7,1% em relação ao período homólogo.

  • Resultado Líquido

O Resultado Líquido consolidado da SONAE apresentou um tombo em relação ao período homólogo, em grande parte devido a provisões extraordinárias por causa do COVID-19 de acordo com a recentemente eleita CEO, Cláudia Azevedo.

Histórico Financeiro

SONAE (SON)201720182019
Receitas (Milhões)€5.505,82€5.890,90€6.434,79
Resultado Líquido atribuível aos accionistas (Milhões)€174,34€207,13€165,22
Resultado Por Acção Diluído0,090,110,8
Dados Anuais (Fonte: Reuters)

Como podemos ver pelos dados da tabela, o Grupo SONAE tem estado em constante crescimento com um aumento constante do seu Volume de Negócios.

Embora o menor Resultado Líquido de 2019 possa não ser visto com bons olhos, uma análise pelas Demonstrações Financeiras da empresa demonstra que grande parte da sua diminuição se deve a interesses sem controlo.

Ou seja, entidades em que a SONAE tem participação mas apenas minoritária, e cujo Resultado Líquido é atribuível ao seu apesar de não controlar directamente as entidades.

Histórico do Preço

A SONAE, que tem uma capitalização de mercado de €1,347 mil milhões, tem visto as suas acções diminuir de valor cerca de 25% desde o início do ano.

Preço Ações: SONAE: 1º Trimestre 2020

Grande parte desta alteração deve-se a uma queda considerável a meio de Março, que viu um preço de €0,91 por acção em Janeiro descer para €0,507 possivelmente devido à pandemia mundial que se abateu.

Apesar disso, o preço da sua acção tem recuperado lentamente e, sem contar com esse outlier, tinha-se mantido constante acima dos 0,8€ desde o início de 2019, embora tenha alcançado €1,27 por acção em 2018 e desde essa altura ainda não se tenha aproximado desse valor.

INVESTIR NA SONAE
Sobre o Autor:
Produtor de Conteúdos - Jornal da Moeda

Licenciado em Finanças Empresariais pelo ISCAL, exerce actualmente o cargo de Assistente de Auditoria na Moore Stephens Portugal

Citação:
"A humanidade evoluiu através da transferência constante entre os seus constituintes daquilo que foram aprendendo e assimilando. É um prazer contínuo ter a oportunidade de poder dar a minha contribuição."

Sobre o Autor:
Fundador - Jornal da Moeda

Alumni das Universidades Católica Porto e FEP. Com experiência nas indústrias de mercados financeiros, criptomoedas e marketing digital.

Fundador do Jornal da Moeda.